Turminha do Yuri : BPA Free
  • Categoria: BPA Free
  • 08/12/2011

    Consumo de Enlatados eleva o nível de Bisfenol A

    Estudo de Harvard comprova que consumo de enlatados eleva o nível de bisfenol A no corpo:
    Um estudo realizado pela Universidade Harvard, uma das mais respeitadas dos Estados Unidos e do mundo, revelou que o consumo de alimentos enlatados aumenta o nível de bisfenol A (BPA) no corpo humano. A pesquisa analisou a urina de pessoas divididas em dois grupos. O resultado mostra que os voluntários que comeram sopa enlatada durante cinco dias apresentaram um nível de bisfenol A superior a 1.000%, em comparação aos participantes que comeram sopas preparadas com vegetais frescos.
    O bisfenol A é usado na fabricação do plástico e no revestimento interno de latas de bebidas e de alimentos. Segundo pesquisas, pode provocar puberdade precoce, câncer, alterações no sistema reprodutivo e no desenvolvimento hormonal, infertilidade, aborto e obesidade. 
    De acordo com a autora da pesquisa da Escola de Saúde Pública de Harvard, Jenny Carwile, “já sabíamos que bebidas armazenadas em certos plásticos poderiam aumentar o nível de BPA no corpo. Esse estudo sugere que alimentos enlatados podem ser ainda mais preocupantes, especialmente devido ao fato de serem consumidos em grande quantidade”. 
    Setenta e cinco voluntários foram recrutados para o estudo. Durante cinco dias, um grupo consumiu 340 g de sopa vegetariana enlatada e outro grupo consumiu 340 g de sopa preparada com vegetais frescos. Depois de dois dias os grupos trocaram de sopa e foram testados posteriormente. 
    Os pesquisadores observaram que as amostras de urina coletadas do grupo de sopa enlatada tiveram um aumento de 1.221% quando comparados ao grupo que comeu a sopa fresca. 
    A sopa utilizada na pesquisa foi da marca Progresso, mas os pesquisadores disseram que a marca não interessa e que o problema está nas latas. 
    Os pesquisadores explicaram que os altos níveis de BPA podem ser transitórios e que mais pesquisas devem ser feitas. Também expressaram que está na hora de retirar o BPA de latas. Karin Michels, professora do departamento de epidemiologia de Harvard, declarou que “ um bom conselho para os produtores seria a consideração da eliminação do bisfenol A em enlatados”. 
    Uma representante da General Mills, a empresa que produz a sopa Progresso não concordou. “Cientistas e entidades governamentais no mundo todo avaliaram pesquisas e concluíram que as evidências são a favor do bisfenol A”, disse Kirstie Foster, porta-voz da General Mills. 
    Apesar da controvérsia a utilização do bisfenol A em mamadeiras já foi proibida no Brasil, União Europeia, China, Malásia, Costa Rica e em 11 estados americanos. 
    A pesquisa foi publicada no dia 21 de novembro na revista científica Journal of the American Medical Association.
    O Tao do Consumo
     

    26/08/2010

    Queremos Produtos sem BPA

    Nós recebemos alguns e-mails e comentários sobre o Bisfenol A; substância que vem causando muita preocupação e tirando o sono das famílias de todo o mundo; porque  segundo as pesquisas ela é suspeita de causar doenças como o câncer, diabete, infertilidade dentre outras. Essa notícia levou as mães e donas de casa a trocarem mamadeiras, copos e utensílios plásticos usados no seu dia a dia. Além de conseguir unir várias mães, blogueiras ou não, mas principalmente mães, para lutarem pela sua extinção no Brasil. Eu particurlamente fiquei muito feliz com o sucesso e a repercurssão que teve esse assunto no nosso país... somos tupiniquins, com muito orgulho, sim senhor; mas não somos burras, alienadas ou despreocupadas e queremos o BPA fora de nossas casas, do alcance de nossos filhos e de nossas famílias. Essa informação deveria estar veiculada por todo Brasil; com cartazes informativos nas famácias, drogarias, supermercados; postos de saúde e hospitais para que todos os brasileiros tivessem acesso a essa notícia. Não podemos deixar que esse assunto fique no esquecimento como tantos outros em nosso país!! Temos que começar a dar adeus aos produtos que contém Bisfenol A e exigir dos nossos governantes que os produtos sem informação ou com taxa não permitida sejam proibidos de serem vendidos no Brasil. 
    Algumas pessoas gentilmente informaram aqui no blog outras alternativas de produtos livre de BPA, algumas marcas eu não conhecia então resolvi postar para vocês e aproveitar para agradecer a essas mães ou não, o nosso Obrigado pelo carinho e gentileza de trazer pra gente mais essas informações:
    A Gisele Aguiar indicou as mamadeiras da marca Chicco; a Lucila os copos tipo garrafinhas da marca Nalgene, a Carla Freitas as mamadeiras da marca Medela, a Viviane as mamadeiras da marca MAN.

    08/08/2010

    Bisfenol A no site do Estadão, Veja, Record e Jovem Pan

    A Campanha contra o Bisfenol A( BPA) já começa a dar sinais de bons frutos e a mobilizar as autoridades competentes no Brasil; pois está sendo alvo de inquérito pelo Ministério Público Federal. Muitas mães blogueiras e pessoas preocupadas com a saúde aderiram a esta campanha; e o resultados já estão começando a aparecer. É uma vitória para nós que estamos preocupadas com a saúde e a educação de nossos filhos. A notícia sobre o Bisfenol A já está sendo veiculada / publicada na revista VEJA, no site da Record, Jovem Pan e Estadão.
    Atualmente, o Bisfenol A (BPA) é proibido em três países: Canadá, Costa Rica e Dinamarca. Nos Estados Unidos, pelo menos seis estados já proibiram a fabricação de mamadeiras com o policarbonato e em Nova York está proibido a venda de mamadeiras e outros produtos infantis que contenham Bisfenol A (BPA).


    Fonte: Veja, Estadão e o Tao do Consumo

    30/05/2010

    Trocando as Mamadeiras por Free BPA


    Vasculhando na net descobri que além do símbolo do triângulo com o número também pode ser identificado a quantidade de bisfenol A pelas letras PC com o número no fundo do recipiente. Claro que na falta de um símbolo, letra, número a gente deve contatar o fabricante para obter maiores informações.Para quem armazena leite ou afins o melhor é usar potinhos de vidro graduado.
    Gente eu fiquei chocada em saber que a marca Philips AVENT só vende mamadeiras livre de BPA nos EUA. Eles decidiram no final do ano passado, disponibilizar somente a linha livre de BPA para os revendedores nos EUA. Eles informam no site de pesquisa que essa decisão levou em consideração a crescente demanda dos consumidores norte americanos por produtos livres de BPA . No Brasil só temos os copos  desta marca livre de BPA
    Como se a gente não quisesse produtos livre de BPA, não pensasse na saúde de nosos filhos !! Que eles Saibam que nós também estamos em busca de produtos livre desta contaminação e elamos pelos nossos!!Vejam o link :Philips
    Link com a resposta sobre a mamadeira fora da América do Norte: resposta


    Imagem:Google
     Blog Renata Massa