07 fevereiro 2016

Para que Serve Cada Tipo de Vinagre


Olá, minha Turminha Linda
Hoje vou falar sobre temperos na culinária e o astro vai ser o vinagre.

De acordo com a Castelo Alimentos, marca líder do segmento presente há 110 anos no mercado, cada tipo de vinagre tem suas peculiaridades e traz características e notas da matéria-prima de origem, que ajudam a valorizar as mais variadas receitas, inclusive os pratos quentes, molhos e sobremesas. 

Como por exemplo os vinagres de vinho tinto e de álcool, com menor acidez, são os melhores para amaciar a carne, sem deixá-la ressecada. E o balsâmico pode ser usado tanto nas saladas e nos antepastos como também em pratos quentes. 

Agora vamos ampliar nossos conhecimentos culinários e aprender as características de cada vinagre e indicações de uso: 

Vinagre balsâmico :
Produzido a partir do envelhecimento lento do vinagre de vinho tinto e extratos vegetais de madeira, o aceto balsâmico é um tipo de vinagre com consistência mais encorpada, de sabor agridoce e aroma amadeirado. Versátil, o balsâmico proporciona um sabor sofisticado às saladas, entradas e antepastos, e pode ser reduzido no fogo até caramelizar e se transformar em molho para carnes e legumes grelhados ou ainda em caldas de sobremesa. 

Vinagre de maçã:
Trata-se de um dos vinagres mais saudáveis por preservar as propriedades nutricionais da fruta. O vinagre de maçã se destaca pelo seu sabor suave e aroma frutado, portanto é ideal para temperar saladas, vinagretes, molhos diversos, e ainda no preparo de conservas e sucos detox. 

Vinagre de vinho tinto:
Trata-se de vinagre de aroma frutado e sabor suave, indicado para saladas, pratos frios, molhos tipo vinagrete, gaspacho, marinar carnes, entre outros. 

Vinagre de vinho branco:
Vinagre de aroma mais suave é indicado para saladas, deixar escabeches mais tenros, para temperar recheio de sanduíches, picles, conservas, molhos condimentados (como catchup, mostarda, barbecue), molho holandês, marinar aves, preparar ovos pochê, entre outros. 

Vinagre de arroz:
É um dos principais temperos da culinária japonesa e asiática. De sabor neutro e levemente adocicado, o vinagre de arroz não pode faltar no preparo de sushis, conservas e entradas orientais, molhos agridoces de rolinho primavera e robatas (espetinhos), entre outros. 

Vinagre de álcool:
Produzido a partir da fermentação do sumo de cana-de-açúcar, o vinagre de álcool pode ser encontrado nas versões colorida, clara e saborizadas com adição de sucos de frutas ou óleos essenciais, como limão, hortelã, alho e ervas finas. Por ter sabor neutro e acidez menor é indicado para o preparo de conservas, saladas, tempero de carnes, peixes e aves. 




Este post conta com informações e imagens enviadas pela Assessoria de Imprensa Lilás Comunicação

4 comentários:

  1. Adorei saber! Acho que todo mundo deveria conhecer para não errar! Bjnhos da Pri

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. (Admin):É verdade! Adorei essas informações! Uso muito vinagre de álcool para limpar os alimentos. Deixo eles submerso na água com um pouco de vinagre durante 20 a 30 minutos.

      Excluir
  2. Eu uso vinagre de maçã pelo menos uma vz por mês nos meus cabelos. Ele dá uma força, evita queda e fortalece. E faço toda semana hidratação caseira com mel, ovos e maionese. Quando uso o vinagre de maçã não faço hidratação, uso após a lavagem um condicionador e um leave-in sem enxague. Meu cabelo cresceu muito depois que comecei a usar. Beijos da Pri

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. (Admin): Adorei sua visita Pri! Gostei muito da receitinha com vinagre de maçã para os cabelos. Bjnhos!

      Excluir

É muito bom ter Você com a Gente!

 Blog Renata Massa